O Repórter | UFC - Lutas | Em luta difícil, Lyoto Machida vence Eryk Anders no UFC em Belém
Quarta, 22 de Agosto de 2018

O Repórter

Em luta difícil, Lyoto Machida vence Eryk Anders no UFC em Belém

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 04 de fevereiro de 2018 às 07:10
Divulgação/UFC
Lyoto Machida venceu na luta principal do UFC em Belém

BELÉM (OREPORTER.COM) - O brasileiro Lyoto Machida venceu Eryk Anders na luta principal do UFC Fight Night 125, realizado na Arena Guilherme Paraense, na madrugada deste domingo (4). Foram cinco rounds difíceis para o carateca, que só conseguiu a vitória na decisão dividida do júri.

Lyoto começou bem, conseguindo aplicar uma queda no primeiro round. O americano aumentou o ritmo no decorrer do duelo, conseguindo uma cotovelada que abriu ume ferida na festa do brasileiro durante o segundo assalto.

Depois, o duelo seguiu totalmente equilibrado. Foram trocas de golpes para ambos os lados, deixando a luta na decisão dos jurados. Por fim, vitória por 48-47, 47-48, 49-46 para o brasileiro.

Com a vitória, o brasileiro fez um desafio: “Michael Bisping, estou aqui para você”, disse, referindo-se ao ex-campeão dos médios do UFC.

A última vitória de Lyoto Machida no UFC havia sido em dezembro de 2014, contra CB Dollaway. Depois, o brasileiro enfrentou uma série de três revezes.

Destaques

Ex-desafiante ao cinturão dos galos do UFC a quirguistanesa Valentina Shevchenko não deu chances para a brasileira Priscila "Pedrita" Cachoeira. A oopnente aguentou o primeiro round, chegando a ser fortemente catsigada no ground and pound. Já no segundo assalto, a asiática conseguiu ummata-leão e venceu o duelo.

Já o brasileiro Michel "Trator" Prazeres venceu o americano Desmond Green. Foi a sexta vitória consecutiva do lutador, que é natural do Pará.

Resultados

Lyoto Machida venceu Eryk Anders por decisão dividida (48-47, 47-48, 49-46);

Valentina Shevchenko venceu Priscila Cachoeira por finalização (mata-leão) aos 4m25s do 2º round;

Michel Prazeres venceu Desmond Green por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28);

Timothy Johnson venceu Marcelo Golm por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28);

Douglas Silva de Andrade venceu Marlon Vera por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27);

Thiago Santos venceu Anthony Smith por nocaute técnico a 1m03s do 2º round;

Sergio Moraes venceu Tim Means por decisão dividida (28-29, 29-28, 29-28);

Alan Patrick venceu Damir Hadzovic por decisão unânime (30-25, 30-27, 30-27);

Polyana Viana venceu Maia Stevenson por finalização (estrangulamento) aos 3m50s do 1º round;

Iuri Alcantara venceu Joe Soto por nocaute técnico a 1m06s do 1º round;

Deiveson Figueiredo venceu Joseph Morales por nocaute técnico aos 4m34s do 2º round.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: