Sábado, 25 de Outubro de 2014
Carregando...

O Repórter

Flamengo vence o clássico contra o Vasco com mais um gol de Vagner Love

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Felipe Rocha - 19 de agosto de 2012 às 20:23 (Atualizada em 19 de agosto de 2012 às 21:03)
Maurício Val/VIPCOMM
Vagner Love marcou mais uma vez e garantiu a vitória rubro-negra sobre o Vasco

RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) – O Flamengo conseguiu uma ótima vitória neste domingo (19) ao bater o Vasco no Clássico dos Milhões por 1 a 0. O gol foi marcado por Vagner Love - o nono dele no torneio - no momento em que o time era pressionado em campo e, apoiado por uma sólida defesa, segurou o resultado até o fim.

Confira a classificação completa do Campeonato Brasileiro

O time rubro-negro teve mais posse de bola na primeira etapa, mas não conseguia passar do meio-campo. Bem fechado na defesa, o Vasco frequentou mais o campo de ataque, mas pecava nas finalizações.

A primeira chance de gol só foi acontecer aos 31 minutos. Juninho cobrou falta na área e Felipe fez a defesa da cabeçada de Dedé no susto.  Alecsandro pegou o rebote e tentou o cabeceio também e novamente o goleiro defendeu, jogando a bola na trave.

O lance deu início a uma pressão vascaína na partida. Felipe, na sequência, deu lindo passe para Wendel, que, na entrada da área, bateu forte. O goleiro rubro-negro teve que se esticar para defender com a ponta dos dedos e mandar a bola em escanteio. Juninho Pernambucano também teve uma ótima chance ao notar o goleiro Felipe adiantado e arriscar de longe, mas a bola foi defendida.

Em um contra-ataque, o Flamengo pegou a defesa vascaína desarrumada. Ramon puxou a jogada pela esquerda e bateu de longe. Fernando Prass bateu roupa e soltou a bola para frente. Vagner Love pegou o rebote e marcou o primeiro gol da partida.

Após sofrer o gol, o Vasco se perdeu em campo. Mais nervoso, passou a errar passes de um metro e suas investidas eram facilmente controladas pelo rival.

Na segunda etapa, Cristóvão Borges trocou Felipe por Carlos Alberto e, ainda que afobado em certos momentos, o jogador participou das primeiras boas chances do time. Aos 11, ele recebeu de William Matheus e chutou forte, para a defesa de Felipe. Poucos minutos depois, Juninho cobrou escanteio e Carlos Alberto conseguiu o chute para o gol, mas novamente parou no goleiro.

O ímpeto inicial do Vasco diminuiu e o time já não conseguia chegar ao ataque. Por sua vez, o Flamengo administrava bem o placar que tinha e tocava a bola, fazendo o tempo passar. O time conseguiu finalizar, aos 29, e chegou a marcar. Luiz Antonio deu bom passe para Love, que balançou as redes, mas o atacante estava impedido.

O rubro-negro teve uma grande chance de ampliar o placar aos 38 minutos – talvez mais clara do que o lance em que marcou seu gol. Adryan fez boa jogada na esquerda e cruzou para Léo Moura, sozinho e com o gol aberto, tocou errado e a bola saiu pela linha de fundo.

No fim, o Vasco tentou uma pressão, mas não conseguia passar pela defesa bem postada do time rubro-negro. Dependendo das jogadas individuais de Carlos Alberto, dos chutes de longe de Dedé, e das faltas de Juninho, o time tentava, mas falhava na conclusão e o empate não saiu. No último minuto, até mesmo Fernando Prass foi para a área tentar a cabeçada em cobrança de escanteio, mas o Flamengo conseguiu o contra-ataque e quase ampliou o jogo, mas o time de São Januário conseguiu a recuperação.

O Flamengo subiu para a nona posição no Campeonato Brasileiro, com 25 pontos. Já o Vasco, com 35, estaciona no terceiro lugar e vê a distância para o líder Atlético-MG aumentar para sete pontos. A próxima rodada, a última do primeiro turno, será marcada por dois clássicos cariocas: Fluminense e Vasco, no sábado (25), e Flamengo e Botafogo, no domingo (26).

FLAMENGO 1x0 VASCO
ESTÁDIO: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Marcos González, Welinton e Ramon (Deivid); Victor Cáceres, Luiz Antonio e Renato; Thomás (Adryan), Vagner Love e Negueba (Muralha). Técnico: Dorival Júnior.

VASCO: Fernando Prass; Auremir, Dedé, Douglas e William Matheus; Nilton, Wendel (Eduardo Costa), Juninho Pernambucano e Felipe (Carlos Alberto); Alecsandro e Eder Luís (Pipico). Técnico: Cristóvão Borges.

GOL: Vagner Love (37min – 1ºt) (FLAMENGO)

CARTÕES AMARELOS: Marcos González, Negueba, Adryan, Léo Moura (FLAMENGO); Nilton, Felipe, Carlos Alberto, Alecsandro (VASCO)

 

Tags:
Vasco, Flamengo, Campeonato Brasileiro, Engenhão, Felipe, Vagner Love, Juninho Pernambucano, Léo Moura, Dorival Júnior, Alecsandro
  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem:
Selo 220x90