Sábado, 25 de Outubro de 2014
Carregando...

O Repórter

Naira Amorelli

Profissional na área de Turismo, Marketing e Mídias Sociais, graduada em Gestão e Planejamento de Turismo e Agências de Viagens. É Gestora, Consultora, Agente de Viagens formada, Guia de Turismo, credenciada pelo Ministério do Turismo (MTUR), e já atua na área de Turismo há mais de 15 anos.
Naira Amorelli

Voltando ao trem europeu

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Naira Amorelli - 12 de julho de 2012 às 08:09

Esta semana recebi o e-mail de um leitor comentando sobre a coluna que escrevi a respeito dos trechos curtos de trem que podemos fazer em um mesmo dia estando na Europa. Ele aproveitou e tirou uma série de dúvidas comigo e foi daí que surgiu a minha Coluna desta semana. Vou falar um pouco sobre como é viajar de trem e os cuidados básicos para deixar tudo mais simples.

Primeiro você deve saber que viajar de trem na Europa é um meio seguro, confortável e muito eficiente. A Europa possui uma extensa e prática rede ferroviária e de quebra você tem acesso a paisagens lindíssimas e geralmente todas as estações são centrais.

Existem diferentes opções de passes e os mais comuns são da Eurail (eurail.com), que atende os seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Dinamarca, Eslovênia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Montenegro, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Romênia, Sérvia, Suécia e Suiça e possuem vários tipos de passes como o Global Pass, por exemplo, que é o mais popular por lá. Basta definir o tempo e categoria e comprar o passe mais apropriado para sua viagem. Existe também no Reino Unido o passe da BritRail (britrail.com) que é muito popular.

Dentro dos trens as coisas costumam ser bastante simples. Existem carros-bar e restaurantes, além de sempre se deparar com carrinhos de bebidas e lanches circulando pelos corredores o tempo todo. Em algumas linhas também são servidas refeições completas na poltrona do passageiro.

Geralmente existe rede 3G em alguns trens e o uso de celular é permitido.

Os banheiros á bordo costumam ser limpos, bem equipados e até mesmo confortáveis, mas nunca se esqueça que estamos falando de banheiros públicos e como tal, devemos ter alguns cuidados básicos na utilização.

Com relação à bagagem, de forma geral é permitido duas malas e mais uma bolsa de mão, por pessoa. Vale observar aqui que você terá que cuidar de sua bagagem enquanto estiver a bordo, então sugiro que leve o mínimo possível. Não há despacho de bagagem e não haverá um compartimento lacrado para deixá-la guardada. Terá que carregá-la com você o tempo todo e encaixá-la naqueles espaços apertados sobre os bancos, assim como é feito nos aviões. Entendeu porque insisto em carregar o mínimo de malas possível?

As comodidades dentro do trem e nas estações costumam ser muitas, assim como em aeroportos. E assim como aviões não esperam passageiros atrasados, trens também não esperam. Seja extremamente pontual, pois os trens raramente atrasam (diferentemente de aviões que dependem de outros fatores). Eles costumam chegar à estação e pouquíssimos minutos depois seguem viagem. A dica mais importante de todas que posso te dar aqui é: chegue com antecedência para não correr risco de perder o trem. Se for um grande terminal, será mais demorado localizar a plataforma, fique atento e boa viagem!


  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem:
Selo 220x90