O Repórter

Começam audiências preliminares do 'caso Odebrecht' no Panamá

Dois ex-presidentes do país são acusados de corrupção

Por Agência Ansa
14 de setembro de 2022 às 14:02
Atualizada em 14 de setembro de 2022 às 14:07
Compartilhe a notícia:
EPA
Juan Carlos Varela é acusado de receber propina da Odebrecht.
Juan Carlos Varela é acusado de receber propina da Odebrecht.

CIDADE DO PANAMÁ - Começaram nesta semana as audiências preliminares contra dois ex-presidentes do Panamá acusados de receber propina da empreiteira brasileira Odebrecht.

Ricardo Martinelli (2009-2014) e Juan Carlos Varela (2014-2019) respondem por corrupção e lavagem de dinheiro e arriscam pegar até 12 anos de cadeia.

O Ministério Público sustenta que os dois ex-presidentes receberam propina para entregar contratos de obras públicas à Odebrecht, empreiteira envolvida em escândalos de corrupção em diversos países da América Latina.

As audiências preliminares contra Martinelli, Varela e mais de 40 outros réus começaram na última segunda-feira (12), na Corte Suprema de Justiça (CSJ), e essa etapa deve prosseguir até o fim de setembro.

Ex-executivos da própria Odebrecht já admitiram ter desembolsado mais de US$ 55 milhões em subornos no Panamá.

Últimas de Mundo