O Repórter

Espanha decreta prisão preventiva de Daniel Alves

Atleta é acusado de agressão sexual de jovem em Barcelona

Por Agência Ansa
20 de janeiro de 2023 às 18:56
Atualizada em 20 de janeiro de 2023 às 19:01
Compartilhe a notícia:
Lucas Figueiredo / CBF
Daniel Alves foi preso após depoimento dele e da vítima à justiça.
Daniel Alves foi preso após depoimento dele e da vítima à justiça.

SÃO PAULO - A Justiça da Espanha decretou na tarde desta sexta-feira (20) a prisão preventiva e sem fiança do jogador brasileiro Daniel Alves, que é acusado de agressão sexual. De acordo com o jornal catalão La Vanguardia, a medida foi tomada pelo juizado nº 15 de Barcelona, a pedido do Ministério Público.

Segundo o jornal, a decisão veio após a Procuradoria ouvir o depoimento da vítima, uma jovem barcelonesa de 23 anos, que afirmou que sofreu o abuso dentro um banheiro da área VIP da boate Sutton. A mulher ainda relatou que o jogador a obrigou a fazer sexo oral enquanto a agredia física e verbalmente durante o ato.

Daniel Alves, que também deu depoimento nesta sexta-feira, nega todas as acusações e disse nunca ter visto a jovem que o está acusando. Ainda de acordo com o atleta, ele estava na cidade após participar da Copa do Mundo no Catar, mas "nada aconteceu".

Conforme a publicação, a jovem notificou o clube após sofrer a violência e os responsáveis do local chamaram a polícia. A mulher foi levada pelos policiais até um hospital local, que é especializado em vítimas de agressão sexual. Dois dias depois do ato, que teria ocorrido em 31 de dezembro, ela denunciou o caso à justiça.

Nesta sexta, a esposa do jogador, a modelo Joana Sanz, publicou uma imagem no Instagram mostrando sua mão entrelaçada com a do marido. O post tinha a seguinte descrição: "Juntos".

Últimas de Mundo