O Repórter

Grande Rio empolga com espetáculo visual em seu desfile

Tricolor de Duque de Caxias apresentou o enredo 'Nosso Destino é ser Onça'

Por Rafael Max
12 de fevereiro de 2024 às 04:06
Atualizada em 12 de fevereiro de 2024 às 04:30
Compartilhe a notícia:
Alex Ferro/Riotur
Comissão de frente da Grande Rio
Comissão de frente da Grande Rio

RIO - O novo estilo de iluminação do Sambódromo faz os carnavalescos imaginarem ainda mais para realizar seus desfiles. A Acadêmicos do Grande Rio aproveitou para fazer um belo espetáculo visual para o enredo Nosso Destino é ser Onça, usando e abusando bastante dos efeitos de imuminação. Desenvolvido por Gabriel Haddad e Leonardo Bora, o enredo trouxe como base o livro "Meu Destino é Ser Onça", sobre o mito tupinambá na criação do mundo. 

Segundo essa lenda, o Velho Onça, cansado da própria solidão, resolveu criar o céu de pedra e os homens. Após uma desilusão, o Velho desceu fogo dos céus, mas Tupã recriou a humanidade com uma grande tempestade para apagar o fogo. Da nova criação, veio a antropofagia, o que seria a "devoção e devoração das onças" segundo o autor da publicação.

E por falar em criação do mundo, a escola fez uma belo efeito visual de iluminação ao retratar as estrelas e os seres iluminados que culminaram na existência. A viagem cósmica chegou ao abre-alas, bem iluminado e que interagia com o sistejma de luzes do Sambódromo. Para completar o show, o público recebeu pulseiras iluminadas, que acendiam e completavam o espetáculo visual assim que a iluminação exterior abaixava. Bem ao estilo dos shows da banda Coldplay.

A escola apresentou essa visão dos homens-onça em seguida, com os templos de adoração aos deuses jaguares e os povos astecas, maias e incas. Ao chegar nas matas, a Grande Rio lembra dos pajés e das religiões de matrizes africanas

O desfile teve a exaltação da diversidade cultural dos povos indígenas, chegando ao grande destino do ser humano: brincar de ser onça. Para isso, a Grande Rio mostrou manifestalções culturas que exaltam a "cultura das onças", como o próprio carnaval carioca.


Mais um detalhe da comissão de frente da Grande Rio (Foto: Alex Ferro/Riotur)

Em um enredo que pode parecer de difícil compreensão para o espectador comum, a Grande Rio fez um desfile agradável visualmente; não somente na iluminação, mas também em sua estrutura de alas, fantasias e alegorias. Dessa forma, a escola de Duque de Caxias busca assegurar presença no desfile das campeãs de sábado ou até mesmo o título, após ter vencido o carnaval de 2022.

Últimas de Rio