O Repórter

Mulher é resgatada de gruta na Itália após 26 horas

Espeleóloga de 41 anos havia se acidentado no domingo

Por Agência Ansa
20 de junho de 2022 às 10:40
Atualizada em 20 de junho de 2022 às 10:42
Compartilhe a notícia:
Ansa
Resgate de espeleóloga em Monopoli, sul da Itália
Resgate de espeleóloga em Monopoli, sul da Itália

BARI - Uma espeleóloga de 41 anos que havia caído em uma gruta de 120 metros de profundidade no sul da Itália foi resgatada na manhã desta segunda-feira (20).

A mulher está em bom estado de saúde, com exceção de um braço quebrado, e foi salva graças ao trabalho de uma equipe de 40 pessoas, incluindo outros espeleólogos (profissionais especializados no estudo de cavernas) e socorristas das regiões da Basilicata, Campânia e Puglia.

O incidente ocorreu no último domingo (19), na gruta Rotolo, situada na cidade de Monopoli, na Puglia. "Foi uma grande emoção vê-la sair das vísceras da terra depois de 26 horas longas e duríssimas", comemorou o presidente regional do Socorro Alpino, Gianni Grassi.

A espeleóloga havia descido na gruta com um grupo de 10 colegas para uma atividade de pré-exploração e para o transporte de equipamentos, como cilindros de oxigênio.

Últimas de Mundo