O Repórter

No Nordeste, Bolsonaro sobe o tom e diz que governadores terão que baixar ICMS

Presidente cumpre agenda em Salvador, na Bahia, onde discursou para uma multidão antes de fazer motociata

Por OREPORTER.COM
02 de julho de 2022 às 13:40
Atualizada em 02 de julho de 2022 às 13:42
Compartilhe a notícia:
AFP
Bolsonaro tenta mudar o quadro das pesquisas que apontam sua derrota em 2022
Bolsonaro tenta mudar o quadro das pesquisas que apontam sua derrota em 2022

SALVADOR - O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar governadores do Nordeste por entrarem com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a lei que fixa teto na cobrança do ICMS para os combustíveis ao máximo de 17% e 18% a alíquota do tributo cobrada sobre os combustíveis..

"É inadmissível que os governadores da Região Nordeste entrem na Justiça contra a redução do ICMS. Os governadores da região que dizem ser a favor do povo", disse Bolsonaro a uma multidão antes de realizar motociata em Salvador, na Bahia, onde cumpre agenda.

Em tom de ameaça, Bolsonaro afirmou ainda que governadores serão obrigados por lei federal a baixar o ICMS dos combustíveis.

"Orientamos que vem luta ainda. Governadores do Nordeste que entraram na Justiça contra o reajuste dos combustíveis, mas pode ter certeza que o preço aqui vai baixar porque é lei federal e o governador tem que cumprir", disse o presidente durante discurso após a motociata que realizou neste sábado, 2, em Salvador. Ele ainda garantiu que o "preço do combustível vai diminuir em todo o Brasil".

Bolsonaro também provocou o governador da Bahia, Rui Costa (PT), ao falar sobre o ICMS. "Ninguém manda na Bahia. Quem manda na Bahia é seu povo", disse.

Últimas de Eleições 2022