O Repórter

Papa expressa preocupação com crise no Brasil

Francisco também citou 'enfraquecimento da democracia' no mundo

Por Agência Ansa
09 de janeiro de 2023 às 08:42
Atualizada em 09 de janeiro de 2023 às 08:45
Compartilhe a notícia:
EPA
Bolsonaristas invadem Congresso Nacional, em Brasília.
Bolsonaristas invadem Congresso Nacional, em Brasília.

CIDADE DO VATICANO - O papa Francisco expressou nesta segunda-feira (9) preocupação com os episódios de violência praticados por apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em Brasília no último domingo (8).

"Penso nas várias crises políticas em diversos países do continente americano, com sua carga de tensão e formas de violência que agravam os conflitos sociais", disse o líder da Igreja Católica em um discurso para o corpo diplomático no Vaticano.

"Penso especialmente no que aconteceu recentemente no Peru e, nas últimas horas, no Brasil, e na preocupante situação no Haiti", acrescentou.

No mesmo discurso, o pontífice expressou sua preocupação com o "enfraquecimento da democracia" em muitas partes do mundo. "Em várias áreas, um sinal de enfraquecimento da democracia é dado pelas crescentes polarizações políticas e sociais, que não ajudam a resolver os problemas urgentes dos cidadãos", afirmou.

Na noite anterior, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) já havia se dito "perplexa" com os "atos antidemocráticos" em Brasília, definindo como "vândalos" os bolsonaristas que invadiram o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto.

"A presidência da CNBB pede serenidade, paz e o imediato cessar dos ataques criminosos ao Estado Democrático de Direito", declarou a entidade episcopal, acrescentando que os organizadores da insurreição devem ser "responsabilizados com os rigores da lei".

Últimas de Mundo