O Repórter

PF desarticula organização especializada em contrabando de cigarros

Mandados são cumpridos em cidades do Pará, de Pernambuco e Alagoas

Por Agência Brasil
26 de outubro de 2022 às 11:14
Atualizada em 26 de outubro de 2022 às 11:15
Compartilhe a notícia:
Divulgação/Polícia Federal

BRASÍLIA - A Polícia Federal (PF) cumpre nesta quarta-feira (26) 12 mandados de busca e apreensão contra grupo especializado no contrabando de cigarros. Os mandados estão sendo cumpridos, por 45 agentes nas cidades de Belém (PA), Abaetetuba (PA), Acará (PA), Garanhuns (PE) e Arapiraca (AL).

Segundo a PF, a investigação começou em 2020, depois da prisão em flagrante de quatro pessoas e a apreensão de aproximadamente 3,3 mil caixas de cigarros de origem estrangeira, na região de Itapera, zona rural da capital maranhense São Luís. “Com aprofundamento das investigações, evidenciou-se que um grupo estabelecido no estado do Pará estaria utilizando portos clandestinos localizados na costa maranhense para descarregar cigarros estrangeiros vindos do Suriname”, informou a PF em nota.

Além dos mandados de busca, a Justiça Federal determinou o bloqueio de ativos financeiros até o limite de R$ 8,2 milhões em desfavor de um dos investigados e de uma empresa, supostamente utilizada para lavar dinheiro do grupo. Caso condenados, os investigados poderão responder pelos crimes de contrabando e associação criminosa. Somadas, as penas previstas podem chegar a 13 anos de reclusão.

Últimas de Brasil