O Repórter

Porto da Pedra abre Grupo Especial, mas comete erro em evolução

Escola apresentou o enredo 'Lunário Perpétuo'

Por Rafael Max
12 de fevereiro de 2024 às 00:30
Atualizada em 12 de fevereiro de 2024 às 03:36
Compartilhe a notícia:
Alex Ferro/Riotur
A Porto da Pedra impressionou com o pede-passagem e seu enorme tigre
A Porto da Pedra impressionou com o pede-passagem e seu enorme tigre

RIO - De volta ao Grupo Especial após o título da Série Ouro, a Porto da Pedra apresentou o enredo Lunário Perpétuo: a Profética do Saber Popular, do carnavalesco Mauro Quintaes. Com o objetivo de seguir na elite do carnaval carioca, a agremiação apostou em um enredo místico para tentar conquistar o júri. 

Desenvolvido por Mauro Quintaes, o enredo abordou o almanaque Lunário Perpétuo, escrito no século XIV na Espanha, e fez uma soma com a sabedoria popular brasileira. Depois de 200 anos, a publicação veio para o Brasil, ganhando popularidade. 

A agremiação abordou a alquimia, que são os estudos dos elementos naturais. Depois, falou sobre os profetas da chuva os presságios dos astros, chegando na astrologia. Nessa parte, a escola fez um passeio sobre as previsões dos signos e abordou a astrologia nordestina, tendo com base no juazeirense Manoel Caboclo.

A Porto da Pedra também abordou as curas naturais, a devoção aos santos, os benzedeiros e as ervas medicinais. Por fim, foi a vez de falar da sabedoria da cultura popular e da diversidade artística do Brasil.


Detalhe do abre-alas da Porto da Pedra, sobre alquimia (Foto: Alex Ferro/Riotur)

Em seu desfile, a Porto da Pedra levantou a Sapucaí com o pede-passagem e seu gigante tigre, o maior já apresentado pela escola. Depois, a escola tentou traduzir os elementos místicos que compõem o enredo, com fantasias de fácil identificação. Contudo, a falha na entrada do último carro - que destacava as artes e saberes populares - abriu um buraco no desfile e acabou atingindo uma mulher, que se feriu (liberada após atendimento médico). Outro problema foi com o abre-aloas, que quebrou em frente aos jurados. Portanto, a evolução deve complicar a missão da Porto da Pedra em seguir na elite do carnaval carioca.

Últimas de Rio